Alunos são dispensados após supostos abalos na estrutura da E.E. Estação George Oetterer

Região 04 abr / 2019 às 15:02

Alunos da Escola Estadual Estação George Oetterer, no distrito que leva o nome da escola, foram dispensados na manhã desta quinta-feira (4), após sentirem abalos na estrutura do prédio. Ninguém se feriu.
De acordo com K. T., 16 anos, estudante do 2º ano do Ensino Médio, o abalo pôde ser sentido próximo às janelas da sala de aula em que estava. “Eu e minhas amigas estávamos sentadas perto da janela, e a professora também estava, quando aconteceu. Ela perguntou se alguém mais tinha sentido o abalo e eu disse que sim. Ela, então, pediu que a gente descesse para outra sala de aula”, relata.
Preocupada, a aluna reparou que haviam trincas na parede próxima onde ela estava sentada e foi verificar se isso tinha acontecido em outras salas de aula mas, segundo ela, não havia nenhum defeito na estrutura, aparentemente. “Nós descemos a rampa para a sala um e, quando chegamos lá, o varão e a cortina caíram sozinhos. Na mesma hora a professora dispensou a gente”, afirma. As outras turmas também foram dispensadas. Além das rachaduras, fotos mostram parte do teto da escola estufado.
Questionada, a Secretaria Estadual de Educação (SEE) ainda não se posicionou sobre o assunto. No entanto, por telefone, uma funcionária da escola afirmou que os alunos foram dispensados por uma “manutenção predial”. O diretor da escola, segundo essa funcionária, não estava na unidade. Mais informações a qualquer momento.


Mais Notícias