Fábio Simoa quer reativar a linha de ônibus que liga Sorocaba ao Aeroporto de Guarulhos

Política 12 set / 2021 às 18:53

O vereador adianta que uma nova reunião sobre o assunto foi agendada e afirma expectativa que a linha esteja em operação até o final do ano

Em mais uma etapa para a reativar a linha rodoviária que liga Sorocaba ao Aeroporto de Guarulhos, o vereador Fábio Simoa (Republicanos) marcou uma reunião com a Artesp e a empresa Viação Cometa, que era a responsável pelo itinerário que partia de Sorocaba com destino ao Aeroporto de Guarulhos, desativada em 2016, na tentativa de acelerar o processo.

“Esse itinerário é muito importante para o deslocamento dos sorocabanos que precisam trabalhar na capital e adjacências ou viajar para outros destinos nacionais e internacionais, e na minha opinião não deveria ter sido desativado”, afirma Simoa. “A demanda existe. Após nossa primeira reunião, fomos procurados por muitos munícipes que mostraram necessidade deste trajeto, e a empresa rodoviária também declarou seu interesse em retomar as viagens desde que levantamos a necessidade da reativação há alguns meses”, acrescenta.

Trâmites – Segundo Fábio Simoa, o assunto relativo à alteração operacional nos autos da Linha 607 (São Paulo–Sorocaba), de forma a atender o Aeroporto de Guarulhos, está sendo tratado em processo próprio pela Área Técnica da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), que é uma autarquia estadual responsável por regular e fiscalizar o Programa de Concessões Rodoviárias, o Transporte Coletivo Intermunicipal de Passageiros e outros serviços de transporte público delegados a ela pelo Estado de São Paulo.

Em atenção ao ofício expedido pelo gabinete do vereador Fábio Simoa (já subsidiado pela própria Artesp), a permissionária Viação Cometa apresentou o pedido de autorização para efetuar o prolongamento da referida Linha até o município de Guarulhos. A Seção Técnica Regional de Sorocaba da Artesp-TC2 está com o processo físico para análise do pedido, bem como para instrução do referido processo. Posteriormente, o processo retornará à sede da Artesp, para que seja aberta vistas, no Diário Oficial do Estado de São Paulo, a quem interessar, para que tome conhecimento do pedido da Viação Cometa e apresente eventual impugnação, reclamação ou sugestão, pelo prazo de 15 dias a contar da publicação.

Passado o prazo da publicação no Diário Oficial, a Área Técnica efetuará a análise do assunto e encaminhará o processo à Comissão de Transporte Coletivo (CTC), a fim de que o colegiado possa opinar pelo deferimento ou indeferimento do pedido. Após a deliberação da CTC, o processo será encaminhado para o Diretor da Diretoria de Procedimentos e Logística (DPL) para decisão e posterior publicação. A próxima reunião está marcada para o dia 22 de setembro e a expectativa do vereador Fábio Simoa é de que a linha já esteja em operação até o final deste ano.


Mais Notícias