Pronto-Socorro de Traumas e Fraturas começa a funcionar neste domingo

Saúde 30 abr / 2016 às 17:32

Nova unidade funcionará na Santa Casa de Misericórdia e terá capacidade inicial para 2 mil atendimentos emergenciais de casos ortopédicos agudos.

O novo Pronto-Socorro de Traumas e Fraturas da Santa Casa de Misericórdia de Sorocaba começa a operar à 0h deste domingo (1º de maio). A unidade atenderá pacientes com fraturas de naturezas leve e moderada, encaminhados por outras unidades de emergência e urgência do município. As adaptações nas instalações e instalação dos equipamentos serão concluídas ainda nesta sexta-feira (29). Segundo a Secretaria da Saúde (SES) de Sorocaba, a unidade terá capacidade inicial para 2 mil atendimentos ao mês.

No novo pronto-socorro terá 03 consultórios, sala de gesso, posto de enfermagem, recepção, sala de curativo e 05 macas de repouso. “Estamos concluindo os detalhes de acabamento em portas, divisão de leitos, parte elétrica e pintura. Para sábado (30) restará a limpeza e higienização das instalações”, frisa o engenheiro Sérgio Augusto Segamarchi, gestor de engenharia e manutenção da Santa Casa. “A sala de gesso, por exemplo, está pronta para operacionalização”, complementa o ortopedista Rodrigo Calheiros, que integra a equipe do novo pronto-socorro.

Na nova unidade haverá dois ortopedistas de plantão, 24 horas. Ao todo 20 profissionais da área se revezarão nos plantões. Outros dois ortopedistas vão compor a equipe de retaguarda para cirurgias, dos quais um também será responsável pelas consultas ambulatoriais no pronto-socorro. A equipe ainda terá um enfermeiro e um auxiliar de enfermagem sempre à disposição, além de técnicos de gesso, recepcionista e controlador de acesso.

Atendimento

O atendimento no novo pronto-socorro será de forma referenciada e só vai operar no sistema “porta aberta” para recebimento de demandas atendidas pela Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) 192. Com isso, o setor de ortopedia na Unidade Pré-Hospitalar (UPH) da Zona Leste deixará de operar. Nesta, assim como nas demais unidades de emergência (Unidades Pré-Hospitalares Zonas Norte, Leste e Oeste; Unidade de Pronto-Atendimento Éden e Pronto-Atendimentos São Guilherme, Brigadeiro Tobias e Laranjeiras), o atendimento continuará, mas somente de casos clínicos crônicos, como torcicolos, dores nas costas ou pernas.

As ocorrências emergenciais de natureza aguda – como fraturas, torsões e luxações – caberão ao novo pronto-socorro. Mas, antes, o paciente terá que passar por uma das unidades emergenciais, que vão direcionar os casos que necessitarem de atendimento ortopédico para a Santa Casa. A regulação desses encaminhamentos será feita também pelo Samu.

“Com certeza, nas primeiras semanas vão surgir muitas dúvidas devido a essa mudança na regra de atendimento. Não adianta chegar com exames e imagens de raio-x direto no novo pronto-socorro. Neste caso, a pessoa será orientada a ir primeiro aos PAs, UPHs ou UPA. As prioridades serão as emergências”, enfatiza Rodrigo. Na nova unidade, o atendimento será completo, havendo desde consulta, realização de exames e medicação do paciente, assim como destinação à internação ou encaminhamento para atendimento ambulatorial.

“O objetivo é agilizar em Sorocaba o atendimento e melhorar o fluxo de pacientes com problemas ortopédicos agudos, por meio de encaminhamentos detalhados e corretos das solicitações”, explica o secretário da Saúde, Francisco Fernandes. Os casos emergenciais de alta complexidade em ortopedia continuarão sob responsabilidade do Estado, via Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), inclusive aqueles atendidos pelo Samu.

 


Mais Notícias