Pesquisa sobre ruído causado por moto recebeu quase 2.500 registros

Trânsito 28 jan / 2020 às 09:23

Desde o dia 20 de janeiro, a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), está realizando uma pesquisa on-line para identificar quais as principais vias da cidade com maior incidência de ruído causado pelo escapamento de motocicletas. Até esta segunda-feira (27), foram recebidas 2.396 respostas. Para participar, o morador deve acessar o formulário no site: http://meioambiente.sorocaba.sp.gov.br/. Não é necessário se identificar e a pesquisa é simples e rápida.

O objetivo da Secretaria do Meio Ambiente é realizar um trabalho mais efetivo de fiscalização e de educação ambiental na cidade com relação à poluição sonora causada pelo escapamento de motocicletas, que causa incômodo e danos à saúde, como surdez, dores de cabeça, cansaço, estresse, irritação e insônia, afetando a qualidade de vida da população.

Desde dezembro de 2019, Sema, Urbes – Trânsito e Transportes, Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar (PM) deram início às blitze fiscalizatórias de Controle de Ruído emitido pelo escapamento de motocicletas. “Com a participação da população nessa pesquisa, vamos direcionar as nossas ações de fiscalização e, com isso, acredito que teremos mais eficácia nas abordagens”, afirma o secretário Maurício Tavares da Mota. Os locais mais apontados serão encaminhados às autoridades de segurança para o planejamento das próximas ações.

De acordo com as respostas da população, 86,3% informaram que o incômodo é diário e 73% nunca fizeram denúncia a respeito.

 

Multa ambiental é de R$ 2.489,85

A multa aplicada pela Seção de Controle e Fiscalização Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente é baseada na lei municipal nº 11.367, de 12 de julho de 2016, que dispõe sobre o controle e a fiscalização das atividades que gerem poluição sonora. Entre essas atividades, estão os ruídos provenientes de escapamento veicular. As medições feitas por técnicos da Sema são realizadas por meio de um aparelho chamado sonômetro, que nada mais é do que um medidor de som.

Na blitz realizada no dia 4 de dezembro do ano passado, a Polícia Militar abordou 19 motocicletas na rua Gino Gori, no Jardim Leocádia, sendo que dez foram enviadas para as medições de ruído, realizadas pelo corpo técnico da Sema. No total, oito multas ambientais foram aplicadas para seis motos no valor de R$ 2.489,85. Além disso, quatro veículos foram apreendidos seguindo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Já na primeira ação fiscalizatória de 2020, ocorrida na avenida Itavuvu, no bairro Herbert de Souza, no dia 15 de janeiro, a PM abordou 25 motocicletas, sendo que oito foram encaminhadas para análise dos técnicos da Sema. Desses oito, cinco foram autuados por modificação do escapamento. Além disso, a PM apreendeu três motos por infrações de trânsito e um veículo, este último por estar em mau estado de conservação e sem documentação.


Mais Notícias