Motociclista fica ferido após cair em buraco na avenida Antônio Soares Aguiar; há cinco meses, motociclista faleceu após se acidentar na mesma região

Trânsito 28 ago / 2019 às 14:50

Cinco meses após a morte Alex Richard da Silva, de 31 anos, no dia 27 de março deste ano, mais um motociclista se acidentou em um dos buracos da avenida Antônio Soares Aguiar, no Recreio dos Sorocabanos. O novo acidente ocorreu por volta das 22h último sábado (24).  

De acordo com informações de testemunhas que acompanharam a vítima, o motociclista seguia a caminho da Alameda do Horto quando caiu em um buraco na via. A moto teve o painel quebrado, retrovisores entortados e amassados no tanque de combustível. Apesar do incidente, o condutor -que não foi identificado- teve apenas escoriações leves e não precisou receber atendimento médico.  

O administrador de empresas, Adilson Barisio, é motociclista e mora em um condomínio localizado na região. Ele comenta que os problemas com buracos são recorrentes na avenida. “De março pra cá, mês em que houve um acidente fatal, já acionei reparos mais duas vezes devido a buracos que surgem até mesmo onde já houve reparos. Deve ser material de má qualidade. Devia recuperar o trecho em definitivo, retirar o existente e fazer novo,” cobrou o condutor.  

Questionada sobre os buracos da avenida Antônio Soares Aguiar, a Prefeitura Municipal de Sorocaba informou que analisará a situação para providenciar reparos. “A Secretaria de Conservação, Serviços Públicos e Obras (SERPO) reforça que está com a operação tapa buracos intensificada e que enviará um técnico ao local nesta terça-feira (27), para que o serviço seja programado,” disse em nota.  

Quanto a possibilidade de retirar toda a malha asfáltica, a SERPO alegou que, “para ser realizado esse serviço, em trechos que estão apresentando esse problema, no qual é necessário retirada de camada de rolamento, troca de base e sub base, com nova camada de rolamento, a estimativa é de R$ 3,8 milhões,” declarou a pasta.  

Ainda de acordo com a SERPO, o valor para a realização do tapa buraco é de aproximadamente  

R$ 250 por metro quadrado.  

Acidente fatal 

Em 27 de março de 2019, Alex Richard Silva, 31, também transitava pela avenida Antônio Soares Aguiar quando perdeu o controle da direção após cair em um buraco aberto no asfalto. À época, o condutor, que bateu em um poste de luz, não resistiu aos ferimentos e faleceu. O buraco em questão foi tapado pela prefeitura municipal no dia seguinte ao falecimento de Alex.  

Além de motociclista, Adilson Barisio também era amigo pessoal de Alex. Com o cenário de buracos que colocam vidas em risco, o condutor dispara, “mais uma vítima do descaso pelas autoridades competentes. O povo pede providências, ou teremos novas vítimas.” 


Mais Notícias