SEMA celebra Dezembro Verde com aprovação de projeto voltado às crianças

Sorocaba 02 dez / 2019 às 16:15

Com o intuito de conscientizar e sensibilizar a sociedade em relação ao abandono de animais, a Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema), da Prefeitura de Sorocaba, realiza atividades voltadas ao Dezembro Verde. A Campanha visa combater a incidência de animais de rua.

Para celebrar esta data, no último dia 30 de novembro o Conselho Estadual da Criança e do Adolescente de São Paulo (CONDECA) aprovou o projeto “Amigão Bicho”. Este programa recebeu autorização para captar recursos oriundos da declaração de Imposto de Renda de pessoas físicas e jurídicas.

O projeto “Amigão Bicho” pretende produzir uma trilogia de livros para crianças de quatro a sete anos, a fim de estimular a leitura e de abordar questões sobre o abandono de cães e gatos, cuidados, benefícios e importância da castração. Tudo isso de uma forma lúdica para melhor compreensão dos pequenos. Além de reforçar as orientações sobre a adotação, pois contribuirá na relação das próximas gerações com os animais, e não somente com os de estimação.

O secretário da Sema, Maurício Tavares da Mota, conta que os livros serão impressos em tiragens de mil exemplares, e os estudantes da Educação Infantil e Ensino Fundamental de Sorocaba receberão essa coleção. “Priorizaremos regiões de vulnerabilidade social, portanto, com menos acesso à cultura, mas que já realizam um trabalho consistente com a comunidade. Para reforçar este projeto, realizaremos encontros de narração de histórias e oficinas de desenhos”, ressaltou o secretário.

Por fim, para ampliar o alcance da iniciativa, que tem uma duração de 12 meses, serão viabilizadas outras edições, criação de um site, exposição virtual com os trabalhos das crianças e apresentação de dois vídeos, como por exemplo, um minidocumentário.

De acordo com a Sema, para que o projeto realmente aconteça, é preciso captar o valor de R$ 109.378,50, portanto, o trabalho terá que ter muito esforço e precisará de toda ajuda possível.


Mais Notícias