Projeto da Guarda Civil Municipal capacita a comunidade para o jiu-jitsu

Sorocaba 13 dez / 2019 às 10:49

O projeto ‘Jiu-jitsu na Guarda’ entregou as graduações dos participantes do programa na manhã do último sábado (7), na sede da Guarda Civil Municipal (GCM) ‘Charlles Celestino da Silva’, localizada na rua Castanho Taques, no Jardim Ana Maria.

Segundo Isaias Oliviere, instrutor de defesa pessoal na Escola de Formação, Aperfeiçoamento e Especialização e responsável pelo programa, o projeto Jiu-jitsu na Guarda, surgiu com o intuito de melhorar a condição do guarda civil, buscando técnicas profissionais durante abordagens na rua. Entretanto, o projeto tomou grandes proporções e se tornou aberto ao público, visando a inserção do jiu-jitsu na comunidade. “Todo mundo é igual no tatame. A minha alegria é estar mostrando essa arte marcial para os guardas e para toda a comunidade civil”, afirmou Isaias.

O evento contou com a presença do mestre de 3º grau e faixa preta em jiu-jitso, Rodrigo Costa, que auxiliou os graduandos durante as trocas de faixas. O visitante manifestou sua admiração pelas artes marciais e pelo projeto, que visa capacitar policiais e civis a conter violências de modo respeitável. “Além de arte marcial, ele – o jiu-jitsu – é um elemento que integra a pessoa à sociedade, é formador de caráter. Então é extremamente importante esse projeto na Guarda”, conta o faixa preta.

O presidente do Poder Legislativo, o vereador Fernando Dini (MDB), também esteve presente na entrega de graduações. O vereador discursou elogiando as autoridades e a iniciativa que, segundo ele, “aproxima a Guarda Civil e o povo sorocabano,”

Tanili Camargo foi a única graduanda mulher no evento. Ela contou um pouco sobre a sua experiência, como mulher, no jiu-jitso. “É gratificante! É você aprender uma arte marcial… é uma defesa pessoal. Deixa você mais calma, mais tranquila. É um bem-estar para a vida toda. Eu acho que a gente tem que continuar e incentivar mais mulheres a treinar”, explicou.


Mais Notícias