Prefeitura de Sorocaba adere programa das Escolas Cívico-Militares do MEC

Sorocaba 12 out / 2019 às 15:42

A Prefeitura de Sorocaba aderiu, nesta sexta-feira (11), ao Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares, do Ministério da Educação (MEC), em parceria com o Ministério da Defesa. De acordo com o MEC, o programa apresenta um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa com a participação do corpo docente da escola e apoio dos militares. A assinatura da adesão do município ao programa aconteceu na tarde de ontem, no gabinete da prefeita Jaqueline Coutinho, onde também estiveram presentes, o secretário da Educação, Wanderlei Acca e o vereador Pastor Luís Santos.

A prefeita Jaqueline Coutinho explica que a adesão ao programa com modelo de gestão híbrida atende grande parte da população sorocabana. “Este modelo de programa é interessante, pois nos traz outra forma de pensar educação sem ofender as diretrizes que temos nas nossas escolas municipais”, disse. “É mais uma forma ampliarmos o serviço público na educação, garantindo uma visão mais ampla e, principalmente, atendendo a demanda da população. É importante aderirmos pois, se houver possibilidade do MEC nos contemplar no futuro com este programa, certamente será um ganho para a cidade”, completa a chefe do Executivo.

O modelo a ser implementado pelo MEC tem o objetivo de melhorar o processo de ensino-aprendizagem nas escolas públicas e se baseia no alto nível dos colégios militares do Exército, das Polícias e dos Corpos de Bombeiros Militares. O MEC ressalta que os militares atuarão no apoio à gestão escolar e à gestão educacional, enquanto professores e demais profissionais da educação continuarão responsáveis pelo trabalho didático-pedagógico.

Para o secretário da Educação, Wanderlei Acca, apesar das unidades municipais de Sorocaba não atenderem alguns critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação, é fundamental que a cidade participe. “Alguns parâmetros colocados pelo MEC, tais como: escola de alta periculosidade, IDEB muito baixo, ou seja, aproveitamento de ensino muito ruim por parte dos alunos, entre outros, não estão inseridos na realidade das nossas unidades escolares de ensino fundamental ll. Todavia, é muito importante a Prefeitura de Sorocaba demonstrar que está aberta à aderir ao programa”, explica o secretário.

Buscando uma decisão ampla e democrática, a Secretaria da Educação (Sedu) enviou a sugestão do programa do MEC para os conselhos de escola das cinco unidades de ensino fundamental ll do município, buscando ouvir as opiniões das comunidades escolares sobre o tema.


Mais Notícias