Motociclistas receberam orientações sobre segurança nesta quarta-feira

Sorocaba 05 dez / 2018 às 17:30

A Secretaria de Mobilidade e Acessibilidade, através da Urbes – Trânsito e Transportes, realizou uma blitz educativa na manhã desta quarta-feira (05) para orientar os motociclistas quanto às atitudes prudentes que devem existir na condução de motos. A abordagem ocorreu das 9h às 11h, na Av. Dr. Américo Figueiredo, na altura do numero 3500, no Júlio de Mesquita.

A campanha educativa do Programa “Motociclista Seguro” atende à Resolução nº 654, de 10 de janeiro de 2017, do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), e visa reduzir o número de acidentes de trânsito envolvendo motos, buscando orientar, conscientizar, fiscalizar e coibir práticas inadequadas adotadas por alguns motociclistas.

Foram realizadas 80 abordagens pelos agentes educadores, que alertaram os motociclistas sobre a forma correta de utilizar o capacete/viseira, informaram sobre escapamentos irregulares e a previsão de multa que irregularidades nesses casos podem acarretar. Os motociclistas ganharam adesivos e folders da campanha e ainda foram convidados a participar da “Escola do Motociclista Seguro”.

Dos 80 motociclistas abordados, 39 aceitaram o convite para participar da atividade “Oficina de Ponto Cego”, onde o participante se posiciona dentro de um carro, no acento do motorista, e é questionado sobre o que vê no retrovisor. Nas laterais do veículo são colocadas duas motocicletas, uma de cada lado nos “pontos cegos” de forma a não serem vistas de dentro do carro. Essa atividade serve para que os motociclistas tenham uma compreensão melhor de como se colocar nas proximidades dos veículos. Como incentivo para aceitarem o convite, concessionaria parceira disponibiliza uma troca de óleo.

Realizado desde 2015, o Programa Motociclista Seguro foi moldado e desenvolvido pela Urbes em razão do alto índice de motociclistas mortos e gravemente feridos em acidentes de trânsito. Em 2018, de janeiro a outubro, houve 49 mortes por acidentes de trânsito em Sorocaba e destes, 26 eram motociclistas. Para a Urbes, o fator preponderante nestes casos é a imprudência.

Para reduzir estes números, o Setor de Educação para o Trânsito reforça atividades desenvolvidas e direcionadas para que os motociclistas possam conduzir suas motos de forma segura e de acordo com as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Uma delas será a Escola do Motociclista Seguro.

O Programa “Motociclista Seguro” engloba atividades educativas e fiscalizatórias para que os motociclistas conduzam suas motos de forma segura. As ações são concentradas em blitz, visitas a bolsões de estacionamentos, orientações em escolas e universidades, além da principal atividade do programa: a “Escola do Motociclista Seguro”.


Mais Notícias