Cata-treco remove mais de 20t de criadouros da dengue em 50 bairros

Sorocaba 14 fev / 2020 às 18:58

A operação cata-treco terminou seu período de operação, nesta sexta-feira (14), somando 22 toneladas de materiais inservíveis recolhidos em 50 bairros da cidade. Realizada pela Prefeitura de Sorocaba, através da Secretaria de Serviços Públicos e Obras (Serpo), em parceria com as secretarias da Saúde (SES), Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema) e Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto), o objetivo foi eliminar possíveis criadouros do mosquito da dengue.

A maioria do material recolhido foi composta por móveis inutilizados e eletrodomésticos velhos que não funcionam mais. Foram máquinas de lavar roupa; ventiladores; geladeiras, fogões e até aparelhos de tevê. Pneus também foram recolhidos.

A operação cata-treco veio na sequência do ‘Dia D’ de combate à dengue e que aconteceu no sábado, dia 8, envolvendo mais de trezentos servidores públicos que se dividiram em pontos estratégicos da cidade, orientando e chamando a atenção da população para a importância de se combater o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika.

As áreas de atuação do cata-treco foram definidas considerando-se o número de casos da doença por região. Os trabalhos de roçagem (Sema), limpeza de córrego (Saae), retirada de inservíveis e criadouros (Serpo) e visita domiciliar, arrastão e nebulização (Saúde), ocorreram em sincronia com a programação da operação. As regiões do Lopes de Oliveira; Vila Angélica, Simus e Hortência foram as contempladas com as ações.

Sorocaba já registra 190 casos confirmados de dengue (140 autóctones, 47 importados e 3 indeterminados), 5 de chikungunya (3 autóctones e 2 importados).


Mais Notícias