Blitz do Controle de Fumaça Preta conscientiza caminhoneiros no Éden

Sorocaba 14 ago / 2019 às 15:23

Nesta quarta-feira (14), das 9h às 13h, a Secretaria do Meio Ambiente, Parques e Jardins (Sema), juntamente com a equipe de Segurança de Trabalho dos Recursos Humanos e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) realizaram a Operação de Controle de Fumaça Diesel na Avenida Independência, próximo à Base da Polícia Militar, no Éden. No total, 12 veículos a diesel passaram pelo local, sendo que um deles foi notificado.

A blitz contou com apoio da Polícia Militar e da Urbes – Trânsito e Transporte, e foi realizada através do convênio entre a Prefeitura de Sorocaba e o Governo Estadual, dentro do Programa de Manutenção e Melhorias de Veículos a Diesel (PMMVD). Ação também é em comemoração “Dia do Combate à Poluição”, comemorado em 14 de agosto. A data pertence ao calendário de datas comemorativas alusivas ao Meio Ambiente, conforme a Lei Municipal nº 8.812 de 2009.

Conforme o secretário da Sema, Maurício Mota, trata-se de um trabalho em conjunto com Estado, através da Cetesb, da Polícia Militar, Polícia Militar Ambiental e, é de fundamental importância neste momento do ano, inverno seco. “A questão atmosférica é muito grave, traz muita preocupação no tocante a saúde pública”, ressalta.

“Estas ações são educativas e também punitivas e contribuirão para melhorar a qualidade do ar da nossa cidade”, comenta Maurício Mota. “Existem estimativas de que 3,3 milhões de mortes no mundo são decorrentes da poluição atmosférica oriundas de veículos a diesel e estas mortes são prematuras, ou seja, poderiam ser evitadas. Crianças, idosos e a população mais carente acabam ficando mais expostas, já que se trata de uma faixa de maior vulnerabilidade”, comenta.

Para a segurança dos trabalhadores que atuam nesta ação, a equipe de Segurança do Trabalho da Prefeitura de Sorocaba também acompanhou a blitz. “Agimos na medição de agentes de risco, da exposição passional do servidor em função”, comenta o engenheiro de Segurança do Trabalho, Marcelo Rocha. “Feitas às medições de risco, avaliamos se cabe propor medidas de proteção ao servidor”, complementa.

O gerente do setor de controle de emissões de veículos em uso da Cetesb, Daniel Schimidt, destacou a importância de manter o motor em boas condições e a importância da operação de inverno, “a operação de hoje acontece em todo Estado de São Paulo, em 42 pontos diferentes, para conscientização dos caminhoneiros”, declara. “A fumaça preta prejudica a respiração e pode provocar muitas doenças, por isso é muito importante à conscientização dos motoristas e das empresas que colocam esses caminhões para trabalhar”, orienta.

Francinaldo Henrique da Silva, 38 anos, caminhoneiro há 12 anos  comenta a positividade da Operação de Inverno “É importante para o meio ambiente e para a conscientização dos caminhoneiros”, relata após passar pela blitz.

Medições

As medições de emissão de fumaça preta são realizadas por meio da escala de Ringelmamn, que é feita visualmente, por meio de uma tabela com cinco graduações de cores, variando tons do cinza claro ao preto, sendo que, a partir do terceiro tom, indo para o preto, o veículo já pode ser multado. Esse método oferece a vantagem de a fiscalização ser feita com o veículo em movimento.

Caso a fiscalização com a escala não seja precisa, o técnico encaminha os veículos para teste com opacímetro. O instrumento portátil é constituído por um banco óptico, sonda (cabo inserido no escapamento) e maleta com cabos para medição da quantidade de fumaça preta. O teste, que é feito com o veículo estacionado, dura em média dez minutos.

Se o modelo de caminhão for um pouco mais novo, se faz a medição do Arla (Agente Redutor Líquido Automotivo). “O Arla é um produto que vai a um tanque especial e evita a emissão de muito poluentes na atmosfera”, comenta o técnico ambiental da Sema, Fábio Roberto  Alonso de Oliveira.


Mais Notícias