JP Miranda deixa PSDB e passa a comandar Progressistas em Sorocaba

Política 21 ago / 2018 às 20:00

O ex-vereador JP Miranda (Progressistas) assinou hoje a sua filiação a um novo partido e deixará o PSDB, onde é primeiro suplente de vereador na Câmara Municipal. O político assinou sua filiação hoje junto ao presidente do partido, deputado Guilherme Mussi.

O Progressistas é o novo nome do PP (Partido Progressista), que por sua vez foi o novo nome do DOS, partido do deputado Paulo Maluf. Segundo Miranda, o partido passa por reformulação no Estado e nada tem a ver com a antiga legenda. “Estamos transformando o partido, colocando jovens na liderança. Estou muito feliz por coordenar esse trabalho em Sorocaba “, explicou Miranda. No âmbito Federal, o Partido é um dos principais envolvidos na operação Lava Jato, da Polícia Federal.

A saída do PSDB encerra um período turbulento entre Miranda e um grupo do Partido, ligado à deputada estadual Maria Lúcia Amary. Após trocas de mensagens por redes sociais, segundo fontes do jornal Z Norte, a convivência seria impossível.

De acordo com JP Miranda, o Progressistas tem o objetivo de lançar candidatura própria à Prefeitura de Sorocaba. “Vamos lançar mais de 100 candidatos a prefeito no Estado. Precisamos reestruturar o partido, mas a ideia é ter candidatura própria”, afirmou.

Uma curiosidade na assinatura de sua filiação foi a presença do candidato tucano a deputado estadual, Paulo Mathias. JP Miranda tem feito campanha para Mathias nas redes sociais.


Mais Notícias