Deputado estadual Danilo Balas (PSL) luta por aumento de salário para policiais civis e militares

Política 06 maio / 2019 às 07:00

Com pouco mais de um mês atuando como deputado estadual, Danilo Balas (PSL) tem encampado como uma de suas principais bandeiras a defesa das instituições policiais. Com 26 anos de carreira na Polícia – 12 anos na Polícia Militar e 14 na Polícia Federal, Danilo cobrou do governo do Estado, recentemente, o reajuste salarial aos agentes.  “Esta é uma promessa de campanha do governador João Dória (PSDB), e promessa precisa ser cumprida. Na campanha, a promessa era de que logo no início do primeiro ano a PM teria a recomposição salarial merecida e justa. Nós estamos quase chegando no mês de maio, o início do ano já está indo embora, e ainda não vemos sinalização disso acontecer”, destaca.

Danilo conta que recentemente João Dória teve um encontro com os 94 deputados, na própria Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Nela, o governador teria afirmado que a reposição acontecerá ainda este ano. “Palavras do governador: ainda este ano a nossa polícia será a mais bem paga do Brasil. Eu não torço contra o governo do Estado. Estou torcendo para que todas as promessas e bandeiras sejam implementadas”, ressalta.

Além disso, outra reivindicação do deputado é que seja cumprida outra promessa de campanha do atual governador: a de implementação de videoconferência em unidades penitenciárias do Estado, evitando que presos precisem ser escoltados até Fóruns. “Quem faz essa escolta é a Polícia Militar, e isso é um risco para aquele agente, que pode sofrer um ataque para tentativa de resgate do preso, ou mesmo um acidente de trânsito”, explica.

 

Política

O deputado se sente esperançoso com o atual momento político no Estado. Isso porque, neste ano, 52 novos deputados tomaram posse na Alesp, o que indica uma renovação. “É uma nova geração de políticos, que vêm de diversas áreas. Só a bancada da segurança pública tem 17 deputados. Após esse primeiro mês, com todos se conhecendo e pegando o jeito do funcionamento do parlamento estadual, podemos trabalhar melhor”, salienta.

Somente o PSL – partido do presidente Jair Bolsonaro – tem 15 nomes na Alesp, entre eles a advogada Janaina Paschoal, que teve 2 milhões de votos. “O parlamento, historicamente, vem fazendo um trabalho diferente do que vinha fazendo. As mídias sociais, meu próprio celular, me ajudou muito a expor minhas propostas e meu trabalho, e a população entendeu que precisamos renovar”, reforça.

Danilo, que é presidente do diretório sorocabano do partido, conta que o grupo está se estruturando para atuar efetivamente nas eleições de 2020, com possibilidade da candidatura dele para prefeito. “Teremos, no mês que vem, uma reunião aqui em Sorocaba, para demonstrar que o PSL se fortalece desde a eleição do presidente Jair Bolsonaro, e que queremos colocar um nome à disposição de Sorocaba, pela renovação política, para que a partir de 2020 se faça um trabalho diferente na nossa cidade e que permita o retorno do nosso protagonismo no Estado”. De acordo com o parlamentar, quando o nome for decidido internamente, também deverá ser anunciado nomes que podem compor o primeiro escalão de um possível governo. “Decidiremos em grupo, não só um nome forte para prefeito, mas para vice-prefeito e alguns secretários. Sorocaba não merece mais ficar aquém de outras cidades, mas precisa voltar a conquistar seu protagonismo”. O deputado concedeu uma entrevista exclusiva e ao vivo, que pode ser conferida na página do Facebook no Jornal Z Norte.


Mais Notícias