Campeã do Carnaval 2019 em Sorocaba será conhecida nesta quinta-feira

Entretenimento 06 mar / 2019 às 17:07

Sorocaba vai conhecer a escola de samba vencedora do Carnaval 2019 em apuração marcada para às 10h desta quinta-feira, no Barracão Cultural, localizado, na avenida Afonso Vergueiro, 310, na região central. Neste ano, as agremiações que passaram pelo sambódromo montado na avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, Alto da Boa Vista, atraíram um público total de cerca de 9 mil pessoas nos dois dias de evento. O prefeito José Crespo prestigiou os dois dias de desfiles.
As oito escolas que participaram dos desfiles capricharam nos figurinos e mostraram baterias muito bem ensaiadas, segundo o secretário de Cultura, Werinton Kermes, que avaliou como extremamente positivo o evento, que além de registrar um bom público, sobretudo famílias, contou com forte esquema de segurança e não houve registro de incidentes. “Isso faz com que valorizemos ainda mais as agremiações que deram um verdadeiro show, mesmo diante de dificuldades financeiras”, afirmou.
Na terça-feira, último dia de desfile cinco escolas se apresentaram. Quem abriu a noite no sambódromo foi a Império do Parque das Águas, que veio com o samba-enredo “Mulheres guerreiras, negras raízes: um grito de liberdade”. Com 150 integrantes e oito alas, a agremiação participou com dois carros alegóricos. A Corte do Carnaval veio à frente da escola de samba fundada no Jardim Abaeté e que, neste ano, rendeu homenagem à liderança e ao espírito guerreiro das mulheres, mostrando que o conceito de empoderamento que tanto se fala hoje vem desde a antiguidade.
A segunda escola a desfilar foi a 28 de Setembro, que teve como tema de samba-enredo “De um canto de lamento a 28 faz uma linda canção”. A mais antiga da cidade, a 28 de Setembro trouxe para a avenida uma história de resistência, resiliência e superação, percorrendo a história da escravidão no Brasil, a religiosidade africana, e o poder de superação dos negros escravizados e seus descendentes. Um dos destaques foi um carro com uma imagem alusiva a um escravo. A 28 de Setembro veio com 10 alas, 170 integrantes, e devido a problemas financeiros apresentou somente um carro alegórico.
A Furiosa Real foi a terceira agremiação a desfilar e trouxe para a avenida o samba-enredo “Mãe, luz da vida”. De acordo com seus dirigentes, a proposta foi homenagear diversas figuras maternas, desde escravas, amas-de-leite, até figuras religiosas e míticas, como Eva, Nossa Senhora, e Oxum, orixá da maternidade. Em busca do primeiro título de campeã, a Furiosa Real veio com 200 integrantes e 14 alas.
A III Centenário foi a penúltima escola a se apresentar. Antes de iniciar sua participação houve queima de fogos de artifício, que chamou a atenção do público presente. Com o samba-enredo “Brasil terra de encantos mil”, homenageando a grandeza do País, sua diversidade cultural e suas riquezas naturais, a escola, que retorna oficialmente ao Carnaval sorocabanos após 23 anos, levou para o sambódromo 280 integrantes, 14 alas e três carros alegóricos.
E a última noite de desfile terminou com a campeã de 2018, Mocidade Independente de Sorocaba. A escola, que desfilou com 320 integrantes, 14 alas e quatro carros alegóricos, trouxe o samba-enredo “O poder e a força dos quatro elementos no axé dos orixás”.
Já as escolas Unidos do Cativeiro, Estrela da Vila e Gaviões da Fiel abrilhantaram a avenida na segunda-feira mesmo com uma garoa que insistiu em cair a noite toda.


Mais Notícias