Meninos e meninas dividem banheiro único em escola da Zona Norte

Educação 31 ago / 2018 às 16:35

Os alunos da escola municipal Prof. Benedicto Cleto, no Ipanema Ville, convivem com uma situação que tem preocupado os pais por mais de 45 dias: o uso compartilhado do banheiro. Um dos banheiros da escola, voltado às meninas, precisa de manutenção, mas segundo pais de alunos a falta de recursos não permite à direção da escola providenciar os reparos.

As imagens enviadas ao Jornal Z Norte mostram a situação desconfortável. Para disciplinar o uso, a direção da escola colocou um cartaz e dividiu as cabines do banheiro masculino entre meninos e meninas. O outro, que era de uso exclusivo das meninas, está interditado, segundo informações de pais. Com capacidade para 450 crianças, o prédio também apresenta rachaduras nas divisórias de dry-wall, que separam as salas de aula.

A mãe Skallete Guimarães informou ao Jornal Z Norte que a filha relatou que o problema acontece há quase dois meses, o que ela confirmou com outros pais de alunos. Ela se preocupa, pois a filha tem apenas 6 anos e a escola comporta alunos mais velhos.

“Imagina todas as meninas usando o mesmo espaço que os meninos, o que não pode acontecer lá. Se eles não tem verbas pra fazer um reparo pequeno, imagina se vão colocar um funcionário lá pra ficar o dia inteiro na porta do banheiro administrando todas as entradas dos alunos”, afirmou ela.

A mãe demonstrou preocupação pela integridade da filha e já cogitou não enviar a criança à escola. “Eu tenho uma filha de 6 anos. Imagina como fica a minha cabeça o dia inteiro, se eu mando ou não mando minha filha para a escola. O que pode acontecer? É complicado isso”, relatou.

O Jornal Z Norte questionou a Prefeitura de Sorocaba sobre a previsão de reformas no banheiro da unidade. Segundo informações da Secretaria de Educação, ela já “solicitou os devidos reparos no menor prazo possível”, sem definir um prazo para o serviço.

Sobre problemas estruturais na unidade, a Secretaria de Educação informou que “todas as escolas municipais estão de acordo com as normas de segurança estabelecidas pelo Corpo de Bombeiros. Qualquer problema com a estrutura da unidade será devidamente corrigido, sem nenhuma ameaça à segurança das crianças”.

 

Escola já preocupou pais com tremores

A preocupação dos pais de alunos da escola municipal Benedicto Cleto já foi notícia no Jornal Z Norte. Em maio de 2017, pais relataram trepidações na unidade, localizada no bairro Ipanema Ville, na região da Avenida Ipanema.

“O problema lá já vem de certo tempo só que agora a diretora solicitou a Defesa Civil para ir averiguar o que está acontecendo”, explicou uma mãe que pediu para não ser identificada. “E isso ocorreu porque a minha filha me contou. Ela tem apenas 7 anos de idade. Minha filha não irá para a escola enquanto a Defesa Civil não fazer uma perícia lá”, garantiu a mãe. Uma professora da unidade também relatou a situação.

A Prefeitura de Sorocaba, na época, tranqüilizou pais e funcionários. A nota enviada pelo Executivo afirmou que engenheiros da Secretaria de Conservação e Obras foram ao local, e que não identificaram indício de qualquer risco na estrutura para os alunos e para a equipe. Segundo a análise, o tráfego de caminhões nas avenidas próximas à escola, em períodos de maior movimento, ocasionaria a sensação de trepidação em todos os imóveis da região.


Mais Notícias