Toyota deve investir R$ 1 bilhão na cidade e vai gerar 300 empregos

Economia 19 set / 2019 às 09:38

A multinacional Toyota anunciou que deve investir R$ 1 bilhão de reais na fábrica localizada em Sorocaba, a informação foi divulgada nesta quinta-feira (19), em uma cerimônia de lançamento realizada no Japão, na sede da companhia, que contou com a participação do governador do estado de São Paulo, João Dória (PSDB) e com representantes do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba (SMetal).  

Atualmente a planta local da Toyota produz os modelos Etios e Yaris. Até o momento os executivos da empresa não detalharam qual modelo deve ser produzido na cidade, apenas que será um novo veículo. 

O montante será usado para a fabricação de um novo modelo para o mercado brasileiro, com previsão de venda em 2021. A expectativa é de que 300 novos empregos, diretos e indiretos, sejam gerados na região em função do investimento.
“Mais uma grande conquista do Estado de São Paulo com esse novo investimento da Toyota de R$ 1 bilhão e geração de 300 novos empregos, dando sequência a uma série de resultados na captação de investimentos internacionais”, afirmou o governador Dória.

O presidente do SMetal, Leandro Soares viajou ao Japão para participar das discussões sobre a vinda do novo investimento para a cidade. “Essa é mais uma conquista para nossa cidade e região, que terá bons impactos, futuramente, com o desenvolvimento tecnológico da planta, novos projetos, e, consequentemente, com geração de empregos”, destacou o presidente. Com  o investimento em Sorocaba, a estimativa é de que a iniciativa gere cerca de 300 empregos diretos na região.  

 

Aquecimento da economia 

Em junho deste ano, a Toyota havia anunciado o fim das atividades do terceiro turno de trabalho na planta de Sorocaba. O motivo teria sido devido à crise econômica vivida pelo país vizinho, Argentina, que impactou diretamente as vendas e exportações da empesa 

À época, a montadora encerrou o contrato de 840 trabalhadores de Sorocaba e Porto Feliz. Os funcionários haviam sido contratados para trabalhar no terceiro turno na produção dos modelos Yaris e Etios.   


Mais Notícias