Filho de guarda morto em Mairinque fará cirurgia

Região 14 ago / 2013 às 01:10

Garoto de 10 anos está sedado na UTI do Hospital Regional.

 

Ainda é considerado muito grave o estado de saúde do filho do ex-subcomandante da Guarda Civil Municipal de Mairinque, Laércio Souza Lanes, assassinado na noite de sexta-feira (9) junto com sua mulher, Lindalva.

O garoto foi baleado depois da morte dos pais, e o projétil ainda está alojado em sua cabeça.

Segundo os médicos, o estado dele é considerado grave, mas estável. O menino, que está sedado e entubado, passou por tomografia na tarde desta terça-feira. Ele deverá fazer uma cirurgia para retirar estilhaços da bala que estão alojados na cabeça na quarta-feira (14).

 


Mais Notícias