Sorocaba registra 56.033 casos da Covid-19, 53.160 recuperados e 1.711 óbitos

Coronavírus 09 maio / 2021 às 13:40

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), registrou aumento do número de recuperados da Covid-19 neste domingo (9), chegando ao total de 53.160. Já, os casos confirmados com a doença passaram de 55.789 para 56.033 na cidade. Os óbitos com a confirmação da doença continua em 1.711 e a taxa de letalidade no município é de 3%, abaixo da taxa estadual, que é de 3,4%, e acima da taxa nacional, que se encontra em 2,8%.

Sorocaba recebeu a notificação de mais 244 casos confirmados da Covid-19, 251 recuperados e nenhum óbito. Do total de confirmados, 211 estão internados (101 em UTI) e o total de pessoas em recuperação (isolamento domiciliar) é 951.

A cidade apresentou aumento do número de pessoas com suspeita de contaminação pelo coronavírus e que aguardam resultados, de 659 para 838. Entre os suspeitos, 82 estão internados em hospitais da cidade, sendo 28 em UTI. Há quatro óbitos em investigação. O número de descartados por resultados negativos da doença aumentou para 117.230.

 

Taxa de ocupação dos leitos Covid

No censo diário de leitos da Covid-19 deste domingo (9), no Hospital Estadual Adib Jatene, oito leitos clínicos Covid estão ocupados, sendo oito pactuados. Já os 40 leitos de UTI Covid (Unidade de Terapia Intensiva) encontram-se 95% ocupados. Outro hospital de esfera estadual, o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), possui 16 leitos clínicos Covid e nove estão ocupados. O único leito de UTI infantil Covid encontra-se sem paciente. Dos 31 leitos de UTI Covid disponibilizados neste hospital, 28 estão ocupados. O AME possui dois leitos clínicos covid e os dois estão ocupados. Dos oito leitos de UTI Covid deste local, seis possuem pacientes.

Dos hospitais contratualizados pela Prefeitura de Sorocaba para oferecer leitos Covid, a Santa Casa está com 95,23% de ocupação nos leitos clínicos Covid. Ou seja, dos 21 existentes, 20 possuem pacientes. A ocupação de UTI Covid da Santa Casa é de 90,90%, o que representa 50 leitos ocupados dos 55 contratados. O Hospital Santa Lucinda possui um total de 16 leitos clínicos Covid e oito estão ocupados. O mesmo hospital também possui quatro leitos de UTI Covid e um encontra-se ocupado. Dos seis leitos clínicos Covid do GPACI, três estão ocupados. O Hospital Amhemed possui 10 leitos clínicos Covid e seis estão ocupados. Já, dos três leitos de UTI Covid deste mesmo hospital, três encontram-se ocupados.

O Centro de Estabilização Covid São Guilherme está com 28 leitos de enfermaria Covid ocupados do total de 40. Dos 20 leitos Covid de Suporte Ventilatório Avançado, 17 estão ocupados. O Centro de Estabilização Zona Oeste possui seis leitos de enfermaria ocupados do total de 10 pactuados. Dos 17 leitos Covid de Suporte Ventilatório Avançado, 12 encontram-se ocupados. Já o Centro de Estabilização Zona Norte está com oito leitos de enfermaria Covid ocupados do total de 16. Dos quatro leitos Covid de Suporte Ventilatório Avançado, um está ocupado. O Centro de Estabilização Covid Éden está com oito leitos clínicos ocupados do total de 16. Dos quatro leitos de Suporte Ventilatório Avançado, um está ocupado.

Na rede particular, o Hospital Unimed encontra-se com 100% de ocupação dos leitos adultos clínicos Covid (44 leitos ocupados dos 44 pactuados) e 100% dos de UTI (16 leitos ocupados dos 16 existentes). O único leito infantil de UTI Covid deste hospital encontra-se desocupado. O Samaritano possui 28 leitos clínicos Covid ocupados do total de 28 existentes. Já, a UTI Covid está com 36 leitos ocupados dos 36 disponibilizados. Dos dois leitos de UTI Covid para crianças, nenhum está ocupado. O Hospital Evangélico está com 95% de ocupação de sua UTI Covid (19 ocupados dos 20 pactuados) e 72,22% dos leitos clínicos (13 leitos ocupados dos 18 pactuados). O Hospital Amhemed possui um leito clínico Covid ocupado, sendo 13 pactuados. Já a UTI do mesmo hospital possui dois leitos ocupados do total de sete.

 

Conscientização e combate à Covid-19

A Secretaria da Saúde reforça que é preciso que as pessoas continuem usando máscara, álcool em gel e mantendo o distanciamento social. A conscientização da população sobre as medidas preventivas de combate à Covid-19 é fundamental.


Mais Notícias