Ipem-SP realiza operação Refrigerante

Política 02 set / 2021 às 18:01

Coca-Cola, Schweppes, Guaraná Antarctica, refrigerante Indaiá e água tônica foram verificados em laboratórios 

O Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo do Estado, vinculada à Secretaria da Justiça, e órgão delegado do Inmetro, que tem como objetivo defender o consumidor, realizou na terça-feira, 31 de agosto, operação denominada Refrigerante, com exames neste tipo de bebida no laboratório da capital.

Os fiscais verificaram cinco bebidas gaseificadas e foram todos aprovados.

“O objetivo da operação foi intensificar a fiscalização de refrigerantes expostos a venda no comércio em geral dentro das normas exigidas pela legislação metrológica”, explica o superintendente, Ricardo Gambaroni

Segundo a diretora do Centro de Produtos Pré-Medidos do Ipem-SP, Ederli Pereira Cardoso, “a fiscalização teve início com pré exames quantitativos e formais, que foram realizados no período de 20 a 25 de agosto no comércio local da capital com produtos oriundos de coletas seletivas ou aleatórias. Em laboratório os fiscais verificaram se estava correta a quantidade, conforme descrito na embalagem, ou seja, a quantidade correta do líquido”.

Em caso de autuação, as empresas têm dez dias para apresentar defesa junto ao instituto. De acordo com a lei federal 9.933/99, as multas podem chegar a R$ 1,5 milhão.

 

Ipem-SP 

O Ipem-SP é uma autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania do Governo do Estado de São Paulo e órgão delegado do Inmetro. Com uma equipe de fiscalização formada por especialistas e técnicos, realiza diariamente, em todo o Estado de São Paulo, operações de fiscalizações rotineiras em balanças, bombas de combustíveis, medidores de pressão arterial, taxímetros, radares, capacetes de motociclistas, brinquedos, cadeiras de carro para crianças, peças de roupa, cama, mesa e banho, botijões de gás, entre outros materiais e instrumentos. É seu papel também defender o consumidor para que este leve para casa a quantidade exata de produto pela qual pagou. Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta, das 8h às 17h, ou enviar e-mail para: ouvidoria@ipem.sp.gov.br.


Mais Notícias