Câmara de Sorocaba aprova mudança na lei orgânica do município e Cíntia de Almeida pode retornar ao cargo

Política 02 out / 2019 às 13:06

A Câmara Municipal realizou uma sessão extraordinária, na manhã desta quarta-feira (02), para votar uma emenda à Lei Orgânica Municipal (LOM) sobre a convocação de vereadores suplentes. Com a mudança, aprovada em primeira e segunda discussão, Cíntia de Almeida (MDB) pode retornar ao Poder Legislativo ainda esta semana.
A modificação foi aprovada por 14 votos a favor, apenas Hélio Brasileiro (MDB), Pastor Apolo (PSB) e Rodrigo Manga (DEM) foram contrários. Anselmo Neto (PSDB) e Fernanda Garcia (PSoL) não participaram da votação.
A pedido de Irineu Toledo (PRB), Hélio Brasileiro argumentou sobre sua decisão de votar contra a modificação da LOM. O médico alegou que seu posicionamento seguia o parecer jurídico de sua assessoria.
Indo ao encontra da maioria, Iara Bernardi (PT) defendeu seu voto relembrando a época que atuou como parlamentar em Brasília, quando a Câmara Federal integrava os suplentes, “o quórum é 513 deputados, não 512, ou 510. Aqui nós temos 20 vereadores,” disparou a petista.
Cíntia de Almeida estava afastada do cargo desde 6 de agosto deste ano, após a decisão da mesa diretora da Câmara Municipal. À época, a parlamentar havia impetrado um mandado de segurança para se manter na função. Com a aprovação da alteração na LOM, a vereadora Cíntia de Almeida poderá reassumir o cargo após a publicação no Jornal do Município. A expectativa é de que a partir da próxima sexta-feira (04) a presidente do MDB Sorocaba retorne a casa.


Mais Notícias