Prefeitura garante que prédio da escola não cai, mas interdita área de risco

Educação 30 out / 2019 às 19:50

A Defesa Civil de Sorocaba e a Secretaria de Conservação, Serviços Públicos e Obras (Serpo) fizeram, nesta quarta-feira (30), nova vistoria nas instalações da Escola Municipal “Prof.º Luiz Almeida Marins”, no Júlio de Mesquita Filho. Depois que houve o deslocamento de um talude nas imediações, a unidade apresentou rachaduras e trincas em alguns pontos do prédio. Durante essa vistoria, o vestiário do ginásio de esportes, que já tinha interdição parcial, recebeu avaliação de interdição total, já que há risco de queda.

Da parte do Saae Sorocaba, uma nova avaliação constatou que o serviço que vem sendo realizado no talude é efetivo no que diz respeito à contenção de material.

Conforme laudo emitido pela Defesa Civil, após percorrerem todo o prédio, foi apontado um solapamento de piso, fissuras e trincas nas paredes, porém sem risco iminente de colapso estrutural.

Conforme a Defesa Civil, o vestiário já havia sido parcialmente interditado no ano passado. Com esta nova vistoria foi necessária a totalidade da interdição do local. A direção da unidade foi orientada para que alunos, funcionários e demais pessoas não entrem no vestiário.

A Defesa Civil de Sorocaba garante que a escola não tem risco de colapso estrutural. Por isso mesmo, pede tranquilidade aos pais, alunos, professores e à comunidade que frequenta o espaço.

 


Mais Notícias