Seis meses depois de inaugurada, escola apresenta sérios problemas estruturais

Educação 09 out / 2014 às 11:20

O vereador Carlos Leite (PT) realizou uma visita surpresa à escola compartilhada do bairro do Éden, que tem alunos da rede municipal e da rede estadual de ensino ao mesmo tempo. O parlamentar verificou que a segurança da unidade de ensino está comprometida, uma vez que há enormes buracos no muro, pelos quais uma pessoa pode entrar em pé com tranqüilidade.

Outro problema verificado foram vários sanitários interditados e várias quebradas. “Verificamos que a escola está com problemas sérios e que precisam ser corrigidos rapidamente, posto que esses problemas tornam o ambiente menos seguro para os alunos”, disse o vereador.

Leite protocolou, na tarde desta quarta-feira (08), logo após a vistoria, um requerimento cobrando medidas por parte do Executivo municipal. “Quem deve realizar os reparos, ao que tudo indica, é o Governo Estadual. Mas existem alunos municipais ali e não é justificável que a Prefeitura se abstenha de tentar resolver esse problema o quanto antes”, diz o parlamentar petista.

Carlos Leite conversou com o diretor da unidade. “Percebemos que há uma boa administração na escola. Os problemas que notamos são realmente estruturais, decorrentes da má qualidade da obra, que conta com pouco mais de seis meses de inauguração”, pondera. Via requerimento, o vereador pede que sejam adotadas medidas urgentes para sanar os problemas verificados.


Mais Notícias