GPH auxilia pais sorocabanos que descobrem a homossexualidade dos filhos

Educação 03 set / 2013 às 22:43

Os encontros são gratuitos e acontecem às terças-feiras à noite, uma vez por mês, na Secretaria da Cidadania. É importante ressaltar que tudo o que é conversado é absolutamente confidencial

 

Desde abril deste ano, a Prefeitura de Sorocaba, numa iniciativa inédita de um poder público municipal, promove o Grupo de Pais de Homossexuais de Sorocaba (GPH). O próximo encontro acontecerá na terça-feira (dia 10), no auditório da Secretaria da Cidadania (Secid), das 19h às 20h30 para um grupo formado exclusivamente por mães e pais de filhos homossexuais; e das 20h30 às 22h, para jovens homossexuais, além de irmãos e amigos interessados.

Numa iniciativa da Secretaria da Juventude (Sejuv), o GPH é um espaço para o acolhimento de pais e mães e também de jovens, que vivem o drama familiar pela dificuldade do processo de aceitação de um filho homossexual.

Acompanhados por Edith Modesto, fundadora e presidente da ONG Grupo de Pais de Homossexuais (GPH), doutora em Linguística Geral e Semiótica Greimasiana pela USP e terapeuta especializada no assunto, os participantes podem trocar informações e experiências, conversar sobre os mitos e as verdades relativas à homossexualidade, falar sobre a relação que eles têm em casa e compartilhar as angústias e os receios.

Para WL, jovem homossexual integrante do grupo, o GPH é um ambiente principalmente acolhedor, com um interlocutor capaz de dialogar, ouvir e planejar conjuntamente projetos sociais. “Estávamos acostumados a viver na clandestinidade devido ao preconceito, a discriminação e até mesmo o medo de não ser bem-recebido em determinados lugares”, relatou.

Para ele, a iniciativa da Prefeitura de Sorocaba é uma política pública inteligente, pioneira e interessante. “Com certeza numa sociedade cada vez mais globalizada e multicultural, entender vozes e desejos tão difusos é algo difícil e um elemento essencial para que o poder público entregue um resultado social com qualidade para uma sociedade tão diversificada em valores”, declarou.

Pessoas de todas as idades, que se encaixem no público-alvo do projeto, podem participar gratuitamente do GPH, basta comparecer pontualmente no horário agendado de um dos grupos. A Secid está localizada na rua Santa Cruz, 116, no Centro, próximo ao Terminal São Paulo. Mais informações pelo telefone 3219.1920.


Mais Notícias