Vereador alerta para perigo de acidentes em ciclofaixa desativada na rua Paes de Linhares

Trânsito 19 set / 2018 às 18:19

Desativada desde junho do ano passado, pela Urbes – Trânsito e Transportes, a ciclofaixa até então existente na rua Paes de Linhares, entre a avenida Itavuvu e a rua João Ribeiro de Barros, na região do Jardim Brasilândia, está oferecendo perigo aos cidadãos, conforme constatou o vereador Antonio Cícero da Silva, o Toninho Corredor, que esteve em visita ao local na tarde desta quarta-feira (19), atendendo chamado de moradores do bairro.

 

A ciclofaixa da rua Paes de Linhares foi desativada em 1º de junho de 2017, depois de pesquisa realizada pela Urbes, segundo a qual a utilização do espaço pelos ciclistas era baixa e restrita a horários de pico.

 

“Quando houve a desativação, a faixa que demarcava a ciclovia foi pintada de preto, porém, essa tinta já se desgastou e a faixa vermelha está novamente visível. Desta forma, os ciclistas desavisados sobre a extinção da ciclofaixa continuam fazendo uso dela e correndo sérios riscos de serem atropelados pelos veículos que trafegam pelo local”, explica Toninho Corredor.

 

Desta forma, o vereador está protocolando requerimento junto à Urbes, solicitando que seja feita a remoção total da tinta vermelha que demarca a ciclovia e uma nova pintura em preto seja realizada, ou outro recurso que faça desaparecer definitivamente a demarcação da ciclofaixa.

 

“Em apenas trinta minutos em que permanecemos na Paes de Linhares,  nesta quarta-feira, flagramos diversos ciclistas usando a ciclofaixa como se ela ainda existisse, alguns inclusive desviando de carros e ônibus que apareceram em sua frente, para não serem atropelados. Portanto, as medidas necessárias para corrigir o problema são urgentes, para que acidentes graves e iminentes sejam evitados”, enfatiza o vereador.


Mais Notícias