Crespo volta atrás e admite mudar decreto que taxa e limita atuação de motoristas por aplicativos em Sorocaba

Trânsito 14 ago / 2018 às 10:55

O prefeito José Crespo (DEM) admitiu que pode voltar atrás e mudar pontos do decreto publicado no último dia 7 que taxa e limita o serviço de transporte por aplicativos. A atitude agradou os motoristas, que estiveram em reunião com o prefeito na tarde desta segunda-feira (13), após manifestação pelas ruas da cidade.

O presidente da Associação de Sorocaba e Região dos Motoristas por Aplicativos Particulares, Rogério Cruz, disse que o prefeito afirmou acreditar que o decreto atendesse a categoria, mas pela reação negativa admitiu que os pontos polêmicos podem ser alterados. “Vamos ter outra reunião, com nossos advogados, e discutir os pontos e como deve ser feita a mudança, para não prejudicar a população”, declarou ao Jornal Z Norte. “Agora, vamos ver se o diálogo avança, mas foi uma conversa amistosa”, concluiu.
“Estamos cumprindo determinação expressa pela lei federal que disciplina o serviço de transporte a partir de aplicativos. Temos obrigação legal de regulamentar. Mas estamos abertos a fazer as mudanças que forem necessárias”, disse o prefeito José Crespo após a reunião.
Diante do impasse criado, já que os motoristas por aplicativo discordam de algumas regras estabelecidas no decreto, uma nova reunião foi marcada entre a Associação dos Motoristas por Aplicativo, o Sindicato dos Taxistas Autônomos e Condutores Autônomos de Veículos Rodoviários de Sorocaba e Votorantim, e o secretário de Mobilidade e Acessibilidade e presidente da Urbes, Luiz Alberto Fioravante, para apurar os pontos e discuti-los em nova reunião com o prefeito.

 

Manifestação pelas ruas da cidade

Cerca de 150 veículos participaram de manifestação na manhã desta segunda-feira pelas ruas de Sorocaba, segundo estimativa da Polícia Militar.

Os motoristas se reuniram no Parque das Águas e saíram em carreata que passou por ruas centrais da cidade e se dirigiram ao Paço Municipal. Os veículos foram proibidos de entrar no estacionamento da Prefeitura, tendo em vista a reunião do Tribunal de Contas do Estado no Teatro Municipal, e acabaram estacionando na avenida Eng. Carlos Reinaldo Mendes.


Mais Notícias