BRT Sorocaba realiza ações preventivas no combate ao coronavírus e obras seguem normalmente na cidade

Trânsito 30 mar / 2020 às 09:49

Trabalhos avançam nos corredores Ipanema, Itavuvu, Sul, Leste e Central.

 

Seguindo as diretrizes do poder público dos órgãos federal, estadual e municipal para a continuidade dos serviços na área da construção civil, a Concessionária BRT Sorocaba estabeleceu medidas de prevenção no combate à disseminação do novo coronavírus (Covid-19) e os trabalhos de implantação do sistema BRT Sorocaba seguem com o efetivo um pouco reduzido, mas dentro da normalidade neste período de pandemia.

“Diante do atual cenário, afastamos colaboradores que estão no grupo de risco e todos estão em casa. Para aqueles que estão em campo, seguimos as orientações da Organização Mundial de Saúde  e reforçamos algumas práticas, como: o uso de álcool gel, limpeza dos escritórios e alojamento com cloro e álcool, limpeza dos banheiros três vezes ao dia, medição de temperatura, escalonamento durante as refeições para evitar aglomeração, orientações diárias, afastamentos dos colaboradores que apresentarem algum sintoma de gripe, entre outras. Estamos cuidando para que todos fiquem bem e os trabalhos sigam em frente”, esclarece Luiz Alexandre Massariol, Diretor da Concessionária BRT Sorocaba.

Na Av. Ipanema, o canteiro central e uma faixa, nos dois sentidos, seguirão isolados e sinalizados até o final dos serviços de implantação do Corredor BRT Ipanema. O primeiro trecho em obras vai do número 389 ao 595 e conforme for concluído os serviços avançarão ao longo da avenida. Assim como foi realizado no início dos trabalhos na Av. Itavuvu, a Av. Ipanema também passará pelas mesmas etapas de serviço.

Durante este período, a avenida ficará somente com uma faixa livre para o trânsito em cada um dos lados, uma no sentido centro-bairro e outra para o bairro-centro. As adequações e interdições realizadas são necessárias para que haja segurança para pessoas, bicicletas e veículos. Além disso, haverá máquinas e trabalhadores em serviço no local.

Para a implantação do Corredor Ipanema, que teve início na semana passada, serão construídas 10 estações bidirecionais (embarque e desembarque sentido centro- bairro e bairro-centro) no canteiro central, duas vias de 6,2 km de pavimento rígido e ao final do trecho será erguido um novo terminal de ônibus, o São Bento.  O terminal ocupará uma área de 12.000 m² no bairro Caguaçu.

Este novo terminal dará suporte à operação deste corredor e ainda receberá linhas que chegarão de outros bairros para direcionar os passageiros para o sistema BRT. Toda infraestrutura do Corredor Ipanema, das estações e do terminal terá acessibilidade, acesso à informação do itinerário, segurança e conforto durante os deslocamentos.

“Fechamos esse primeiro trecho e com o avanço dos serviços iremos abrindo novas frentes de trabalho até que seja feito o piso rígido e as estações ao longo de toda  avenida. Recomendamos aos veículos e motos que ao entrarem na Av. Ipanema se mantenham na faixa da direita para facilitar o deslocamento no local. Esse é um momento de adaptação e sabemos que essas mudanças trarão um transtorno inicial, mas com a compreensão de motoristas e pedestres conseguiremos dar um bom ritmo às atividades. Quando tudo estiver pronto teremos uma região mais dinâmica e toda população será beneficiada”, conclui Massariol.

 

Trabalhos avançam nos demais corredores

Além da Av. Ipanema, as atividades seguem normalmente no Corredor BRT Itavuvu e nos corredores estruturais Sul, Leste e Central.

 

Corredor Itavuvu: as equipes executam o serviço de fresa, recape e reparo profundo em pontos específicos da avenida Itavuvu. Em paralelo, seguem com os trabalhos nas futuras estações e no Terminal Vitória Régia. As estações Vila Carol, Jardim Paraná e Jardim Los Angeles estão em fase de conclusão e em breve serão entregues.

 

Corredor Estrutural Sul: os serviços de pavimentação de concreto estão em fase final e nesta etapa já está sendo feita a requalificação do pavimento asfáltico das avenidas Comendador Pereira, Washington Luiz e Antônio Carlos Comitre. Na Av. Antonio Comendador Pereira Inácio, os veículos já podem fazer uso das faixas que estavam interditadas.

 

Corredor Estrutural Leste: as obras na Av. São Paulo seguem em fluxo normal e as equipes realizam os serviços de padronização e melhorias do corredor. Na via será feita instalação de novos abrigos de parada dos ônibus, requalificação dos passeios, implantação de pavimento rígido (concreto) no local das paradas e recapeamento do asfalto de toda a avenida.

Corredor Central: neste corredor houve um reforço das equipes e as vias que passarão por serviços são: Av. Moreira Cesar [parcial], Rua Cesario Mota, Rua São Bento, Rua quinze de Novembro, Rua Souza Pereira, rua Dr. Álvaro Soares, Rua Sete de Setembro, Rua Padre Luiz, Rua Francisco Scarpa, Rua Santa Clara, Av. Pres. Juscelino Kubistchek [parcial] e Rua Leopoldo Machado. Nestas vias, serão realizadas a instalação de novos abrigos de parada dos ônibus, requalificação dos passeios, implantação de pavimento rígido (concreto) no local das paradas e recapeamento do asfalto.

 

Corredor General Osório: foram iniciados os trabalhos de demolição de pavimento para implantação do pavimento rígido nos pontos de parada da Av. General Osório. A avenida passará pelos mesmos serviços que estão sendo realizados nos corredores Sul, Central e Leste.

 

Corredor Estrutural Binário: equipes realizam um intenso planejamento para o início das atividades nas Avenidas Comendador Hermelino Matarazzo e Comendador Oeterer. Nestas avenidas, diferente dos Corredores BRT e demais Corredores Estruturais, a faixa da direita, onde ocorre o embarque e desembarque dos usuários do transporte público, será inteira em concreto (não somente os pontos de paradas). Além disso, as vias receberão novos abrigos de parada dos ônibus, requalificação dos passeios e recapeamento do asfalto de toda a avenida.

 

Ações preventivas no combate ao coronavírus

Redução de contingente de pessoal por um período mínimo de 15 dias, começando por colaboradores acima dos 60 anos, indivíduos com direito a férias, pessoas com doenças crônicas com diabetes e deficiências pulmonares, mulheres gestantes, etc.

Disponibilização de álcool gel para assepsia das mãos.

Limpeza dos escritórios e alojamento com cloro e álcool.

Limpeza dos banheiros três vezes ao dia.

Distribuição de cartilha informativa com orientações de boas práticas de higiene.

Orientações diárias no Diálogo Diário de Segurança (DDS) explicando sobre sintomas, higiene pessoal e a importância de sempre lavar as mãos, evitar aglomerações (nos refeitórios e filas de ponto), evitar o contato físico (ex.: aperto de mão e abraços), manter o máximo de ventilação nos ônibus e outros meios de transporte, uso consciente do sistema de saúde para que evitem a exposição em ambientes potencialmente contaminantes, medicamentos não recomendados etc.

Aferição de temperatura e liberação de trabalho somente para funcionários que não apresentem nenhuma alteração.

Escalonamento de horários para café-da-manhã, almoço e banhos para evitar aglomeração.

Acompanhamento diário dos funcionários e qualquer caso suspeito será informado.

 

Projeto BRT Sorocaba

O projeto de transporte BRT Sorocaba é um sistema de mobilidade urbano moderno que contempla 3 corredores exclusivos  (Itavuvu, Ipanema e Oeste – sendo que na zona norte serão dois), 6 corredores estruturais,  28 estações preferenciais, 4 estações de integração, 3 novos terminais e 96 pontos de parada, permitindo ainda a integração com os Terminais Santo Antônio e São Paulo, com as seis áreas de transferências e a integração temporal entre diferentes linhas.

 

Sobre .::. Concessionária BRT Sorocaba

De origem 100% brasileira, o BRT Sorocaba é uma SPE (Sociedade de Propósito Específico) formada pelas empresas CS Brasil e MobiBrasil, ambas companhias com sólida experiência e reputação no setor de transportes no país. O BRT Sorocaba é responsável pela implantação do novo sistema de transporte coletivo urbano da cidade de Sorocaba na realização das obras de implantação e futuramente na operação do sistema de corredores de ônibus.

Pioneira na realização de empreendimento com concessão de transporte coletivo para construção e operação no Brasil, a companhia desenvolve suas atividades respeitando princípios éticos e legais e empregará mais de 500 colaboradores diretos e indiretos nas fases de obras, divididos nas áreas administrativa, execução, social e obras.


Mais Notícias