Especialidades Médicas, o gargalo do SUS

Vitor Lippi 02 fev / 2018

Estamos passando, em 2016, pela maior crise financeira dos últimos anos. O legado deixado pelo antigo governo do PT foi muito além das ‘pedaladas fiscais’, vivemos um caos no serviço público, principalmente na área da saúde.

O SUS, sistema único de saúde, está na UTI. A dificuldade é enorme, principalmente quando acompanhamos a situação fora dos grandes centros, onde a infraestrutura compensa a falta de recursos e, muitas vezes, profissionais.

Para amenizar a situação, resolvemos dar foco para a área das especialidades médicas, que é onde existe a maior fila de espera por atendimento. São pessoas que passam por uma situação de saúde de risco, porém, não conseguem se encaixar no atendimento de urgência e emergência e ficam anos na fila esperando uma cirurgia. A situação é grave.

Por conta disso, estamos indicando para o orçamento de 2017 cerca de R$ 7 milhões, para a construção de 8 unidades de atendimento médico de especialidades para Sorocaba e região.

Aqui em Sorocaba haverá o maior aporte financeiro, com a destinação de R$ 3 milhões para a construção de uma policlínica de especialidades, de preferência na zona norte da cidade. Já nas cidades vizinhas, indicamos recursos menores para atender a demanda existente nos municípios.

Haverá Centro de Especialidades Médicas, construídos com nossas emendas parlamentares, nas cidades de Salto de Pirapora, Cerquilho, Boituva, São Roque, Tietê, Capão Bonito e Cesário Lange, cidades que dependem de iniciativas como essa para reduzir o tempo de espera por atendimento.

Além disso, na área de oftalmologia, estamos trabalhando em parceria com o deputado federal Jefferson Campos, também de Sorocaba, para promoveremos um mutirão de cirurgia de catarata junto ao BOS – Banco de Olhos de Sorocaba.

Temos certeza, que ano que vem, iniciaremos o mutirão e beneficiaremos as mais de cinco mil pessoas, muitos delas idosas, que dependem do SUS para viverem com dignidade. Vocês podem contar comigo!

Últimas Notícias