Prefeitura inaugura 8º CAPS em Sorocaba

Sorocaba 16 maio / 2018 às 17:54

Unidade funcionará 24 horas e atenderá cerca de 800 pessoas mensalmente na cidade.

O prefeito José Crespo vai inaugurar nesta sexta-feira (18), às 11h, o 8º CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) em Sorocaba. Nomeada como “Viver em Liberdade”, a unidade de categoria tipo III visa o atendimento de pessoas com sofrimento e/ou transtornos mentais graves e persistentes, além de proporcionar serviços de atenção contínua com funcionamento 24 horas, incluindo feriados e finais de semana. A solenidade contará com a presença de secretários municipais e autoridades públicas ligadas ao tema de saúde mental.

O novo CAPS III está localizado na rua Bayard Nobrega de Almeida, 49, no Jardim Prestes de Barros, Zona Leste de Sorocaba. Seu território de abrangência será as seguintes Unidades Básicas de Saúde e Estratégia Saúde da Família: Escola, Vila Hortência, Barcelona, Vila Santana, Vila Haro, Jardim Sabiá, Aparecidinha, Cajuru, Éden e Brigadeiro Tobias. O CAPS III Leste atenderá entre moradores dos Serviços Residenciais Terapêuticos e moradores do território. Podendo ainda, dar suporte às outras regiões caso necessário.

A unidade contará com equipe multiprofissional: três médicos psiquiatras, dois psicólogos, um assistente social, um terapeuta ocupacional, quatro enfermeiros, cinco técnicos de enfermagem, além das categorias administrativas, e atenderá uma estimativa de 800 pessoas/mês.

A Rede Municipal de Saúde Mental atualmente conta com sete CAPSs (Centro de Atenção Psicossocial), sendo três delas voltadas ao público infanto-juvenil. Em 2017, foram prestados cerca de 70 mil atendimentos médicos e multiprofissionais nas sete unidades. Sorocaba também mantém 40 Residências Terapêuticas que abrigam quase 400 moradores, egressos de hospitais psiquiátricos.

Luta Antimanicomial e Desinstitucionalização da Saúde Mental

No dia 18 de maio marca a comemoração do movimento da Luta Antimanicomial no Brasil como um ator social privilegiado que, incluindo usuários, trabalhadores e familiares de todo o País, conseguiu, desde os anos 80, impulsionar e fazer acontecer a Reforma Psiquiátrica brasileira. Esse processo, desde então, vem produzindo intensas e complexas transformações no âmbito das políticas públicas de atenção em saúde mental e de reconhecidos avanços políticos, normativos e assistenciais.

No dia 6 de março de 2018, Sorocaba foi a primeira cidade da região a cumprir o TAC (Termo de Ajuste de Conduta) referente à política de saúde mental. Em 18 de dezembro de 2012, foi assinado um Termo de Ajuste de Conduta entre Ministério Público do Estado de São Paulo, Ministério Público Federal, Prefeituras de Sorocaba, Salto de Pirapora e Piedade, Governo do Estado e Governo Federal. Este acordo preconizou um processo contínuo de desinstitucionalização dos pacientes moradores nos sete hospitais psiquiátricos existentes na região de Sorocaba, garantindo a integralidade da assistência terapêutica em todos os componentes da Rede de Atenção Psicossocial.


Mais Notícias