NOTA DO SINDICATO: Ameaça do prefeito José Crespo causa revolta nos trabalhadores em transporte urbano de Sorocaba, que fazem protesto agora à tarde

Sorocaba 14 maio / 2018 às 17:29

NOTA DO SINDICATO REFERENTE A PARALISAÇÃO:  A atitude do prefeito de Sorocaba, José Caldini Crespo, que na manhã desta segunda-feira, 14, esteve no bairro Cajuru abordando e ameaçando os motoristas de demissão por justa causa causou revolta nos trabalhadores em transporte urbano de Sorocaba.

Em protesto, neste momento, os trabalhadores estão recolhendo os ônibus para o Parque das Águas, onde o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região irá realizar uma assembleia no final da tarde de hoje. Os motoristas irão terminar as viagens que estão em andamento e, quando chegarem ao ponto-final, irão seguir para a assembleia.

O prefeito José Crespo que diminuiu em 20% os horários das linhas de ônibus na cidade, o que acarretou um menor número de horários de ônibus para atender a população e maior superlotação nos horários de pico, esteve nesta manhã com sua equipe de comunicação abordando e fotografando os motoristas da Linha 31 – Cajuru, acusando-os de não parar nos pontos de ônibus para embarque dos passageiros.

Crespo ameaçou os motoristas de demissão por justa causa e os próprios passageiros se revoltaram contra o prefeito, que recebeu vaias e palavras de ordem. Os motoristas param nos pontos de ônibus só que alguns passageiros não conseguem embarcar porque os ônibus estão superlotados, resultado da política de Crespo para o sistema de transporte da cidade.

O departamento jurídico do Sindicato acionou o Ministério Público do Trabalho, protocolou denúncia de assédio moral contra o prefeito e um pedido liminar de preservação das imagens captadas pelas câmeras dos coletivos, que são de responsabilidade das empresas que operam o sistema e da Urbes – Trânsito e Transportes.

A previsão do Sindicato é que o transporte volte à normalidade na operação por volta das 20h.


Mais Notícias