Comandante da Polícia Militar dá orientações de segurança durante o período de quarentena

Sorocaba 26 mar / 2020 às 14:52

Coronel Aleksander Lacerda, em entrevista à Rádio Câmara, falou sobre os desafios da segurança pública em virtude das condições de isolamento social

A Rádio Câmara Sorocaba realizou na manhã desta quinta-feira, 26, uma entrevista com o titular do Comando de Policiamento do Interior-7 (CPI-7), coronel Aleksander Toaldo Lacerda, sobre as mudanças nas questões de segurança pública que ocorreram em virtude da quarentena decretada pelo Governo do Estado por conta da pandemia do coronavírus.

O coronel afirmou que com o isolamento social houve redução no acionamento à Polícia Militar pelo telefone 190, pois as pessoas não estão mais em vulnerabilidade nas ruas, onde havia muitos furtos de bens, principalmente celulares. Aleksander Lacerda ressaltou, porém, a necessidade de cuidados especiais durante a quarentena. “É importante falar que o crime não deixa de existir. O infrator muda sua atividade, em vez de roubar celular no ponto de ônibus, parte para outro tipo de delito”.

Segundo o comandante, a principal preocupação no momento é em relação a invasões de residências e abordagens de criminosos nos bairros, quando a pessoas estão se deslocando de suas casas para supermercados ou farmácias. “Mais do que nunca temos que observar o ambiente. E como haverá menos pessoas na via pública, temos que observar o público à nossa volta e estar atentos à movimentação de pessoas estranhas pelo bairro”.

Vizinhança Solidária – Diante desses novos desafios na prevenção de crimes, o coronel afirmou que tem se destacado o Programa Vizinhança Solidária. “O programa é essencial nesse momento. É a hora que você está em sua casa, observa algo suspeito e informa para podermos verificar o que a pessoa está fazendo lá”. Lacerda salientou que também há o Programa Vizinhança Solidária da área do comércio, que está ajudando a proteger os estabelecimentos que continuam funcionando, de serviços e bens essenciais.

Outro ponto destacado pelo coronel é que houve aumento de chamadas para a Polícia Militar para denunciar comércios que não deveriam estar em funcionamento, mas permanecem abertos, assim como aglomerações de pessoas para reuniões nas casas. “Não adianta fazer só a denúncia ao 190 se você em sua casa reúne pessoas para fazer um churrasco. Também temos recebido muitas reclamações nesse sentido”, explicou, acrescentando que quando isso ocorre uma viatura precisa ser deslocada para dar a orientação aos munícipes e acaba sendo retirada da ronda nos bairros, que poderia continuar realizando.

Por fim, o comandante do CPI-7 afirmou que a população pode ficar tranquilo, pois o policiamento continua ocorrendo normalmente. “A Polícia Militar está nas ruas, não foi reduzido o contingente. Estamos com um plano de contingenciamento, então se houver necessidade vamos colocar mais policiais nas ruas, também no policiamento preventivo visando proteção e amparo à população”.

A entrevista com o coronel Aleksander Toaldo Lacerda foi transmitida ao vivo pela Rádio e TV Câmara e poderá ser vista nas redes sociais da Casa de Leis.


Mais Notícias