Conferências Locais de Saúde elegem delegados e propostas à fase municipal

Saúde 11 jun / 2018 às 11:31

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Saúde (SES), e pelo Conselho Municipal da Saúde (CMS), realizou na manhã deste sábado (09) as Conferências Locais de Saúde. O evento ocorreu em 32 locais diferentes, tendo as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) como referência para que fossem debatidas e elaboradas propostas de todas as regiões da cidade destinadas à melhoria do Sistema Único de Saúde (SUS), além de eleger delegados que serão representantes na 8ª Conferência Municipal de Saúde.

Desde às 8h, trabalhadores, usuários e gestores do sistema SUS (Sistema Único de Saúde) compareceram nas UBSs. As pessoas que chegavam para participar precisavam se identificar na recepção e se inscrever em sua categoria de enquadramento. Após a inscrição, os cidadãos recebiam crachás de identificação e formulários para preencherem suas propostas de melhorias na saúde pública.

Concluída essa parte, o coordenador de cada unidade ficou com a responsabilidade de presidir o evento, nomear um relator para anotar as propostas e realizar uma apresentação explicando o objetivo das Conferências Locais de Saúde e como funcionaria toda sua organização. Também foi realizada uma votação para a escolha de um coordenador adjunto e relator adjunto para colaborar na ajuda da organização.

Durante a apresentação, foi informado que oito delegados seriam eleitos diante de votação em cada unidade, sendo quatro usuários, dois gestores e dois trabalhadores. Ou seja, um total de 256 delegados estarão na fase municipal. Após essa parte, foi aberto um espaço de tempo para a anotação de propostas à saúde em esferas municipais, estaduais e federais.

Em cada Conferência Local foram definidas 15 propostas, sendo cinco propostas referentes à própria UBS da área de abrangência, que serão posteriormente tuteladas pela Coordenação de cada unidade e 10 propostas referentes ao Sistema Único de Saúde como um todo, sendo que, no mínimo uma delas será direcionada para discussão na Conferencia Estadual com possível encaminhamento à Conferência Nacional.

A secretária Municipal de Saúde, Dra. Marina Elaine Pereira, fez questão de acompanhar e conhecer o evento em sua unidade de referência, a UBS Márcia Mendes. “É desse evento que nascerá nosso plano municipal de saúde. Fiz questão de vir conhecer e conversar com os participantes. A participação da população é primordial para a melhoria da saúde pública”, explicou a secretária.

Para o chefe de divisão da Atenção Básica, Vanderson Brito, essa primeira etapa da Conferência Municipal é muito importante para fundamentar as propostas com afinco. “Fui eleito como delegado para representar os gestores do SUS. A ideia é trazer melhorias à nossa cidade e beneficiar todos os segmentos da saúde”, explicou Vanderson.

Já o aposentado de 55 anos, Nilson Zanetti, foi um dos usuários do SUS eleito como delegado para participar da próxima Conferência Municipal e também ressaltou a importância da população nesses eventos. “Eu me sinto orgulhoso de fazer parte desse grupo que busca o bem coletivo”, contou.

8ª Conferência Municipal de Saúde

Evento onde serão discutidas e votadas todas as propostas oriundas das Conferências Locais e de onde sairá o “Documento Final da Conferência” com todas as propostas para melhorar a situação da saúde em Sorocaba e definir as diretrizes de acordo com os princípios do SUS. Este é o objetivo da 8ª Conferência Municipal de Saúde. O evento será realizado no dia 16 de junho, das 8 às 15h, por meio da Secretaria de Saúde (SES) e do Conselho Municipal de Saúde (CMS), na Unip (Universidade Paulista), situada à avenida Independência, 210, no Éden.


Mais Notícias