CHS recusa fazer cirurgia em paciente que está internado a mais de 10 dias com pé quebrado, e diz que por ser morador de Sorocaba, a referência é a Santa Casa

Saúde 06 jul / 2018 às 19:30

Médica que cuida do caso no CHSfez uma declaração, que o paciente deve permanecer internado por tempo indeterminado, aguardando vaga na Santa Casa ou Novo Hospital Regional

 

 

No último dia 24 de Junho, o paciente Claudinei Silva Vieira caiu do telhado de sua residência e fraturou o pé. Socorrido ao CHS (Conjunto Hospitalar de Sorocaba), ele está internado até a data de hoje (06), à espera de uma cirurgia que foi indicada para o seu caso.

O mais “estranho” nesse caso, é o fato do CHS não querer realizar a cirurgia do paciente, por ele ser de Sorocaba e de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, o caso deveria ser encaminhado para a Santa Casa de Sorocaba.

O paciente Claudinei, que é autônomo, está muito preocupado com toda essa situação. “A informação que eu tenho é que aqui não se faz cirurgia para quem é de Sorocaba, só emergências, e o meu caso tem que ser enviado para a Santa Casa, eu estou em um programa chamado CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde), que vai para São Paulo e de São Paulo depois eles resolvem se vai para a Santa Casa ou Regional mesmo. E até agora nada. Tem pessoas aqui que estão a 22 dias, 33 dias…. tem várias pessoas aqui esperando.  O meu pode ser um caso simples, tenho pressa em sair, porque sou autônomo, tenho família e preciso voltar a trabalhar para dar o sustento”, diz Claudinei.

Uma das médicas que atende o paciente, fez uma declaração de próprio punho, informando a situação. “Declaro que o paciente Claudinei Silva Vieira, morador de Sorocaba, deu entrada neste serviço no dia 24/06/2018, aguardando vaga na Santa Casa de Sorocaba ou novo Hospital Regional, devido a ser morador de Sorocaba, deve permanecer internado por tempo indeterminado.CID 10.S92”

Questionado, a Secretaria de Saúde do Estado enviou uma nota oficial para o Jornal Z Norte, onde diz que “O Conjunto Hospitalar de Sorocaba esclarece que é referência em cirurgia de alta complexidade e prioriza, como qualquer outro serviço de saúde, casos mais graves e urgentes que necessitam de intervenção imediata e, enquanto isso, os casos eletivos permanecem sob acompanhamento médico, seguindo a diretriz do SUS (Sistema Único de Saúde). Para casos de baixa complexidade, a referência é a Santa Casa de Sorocaba. No entanto, com a finalidade de agilizar a cirurgia ao paciente, que é de menor complexidade, o caso foi inserido na Cross (Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde), que está buscando referência para o atendimento. O Sr. Claudinei Silva Vieira segue sendo assistido na unidade, com monitoramento constante dos médicos sobre a evolução de seu quadro de saúde”, diz a nota oficial.

Já a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Saúde (SES), informa que desconhece a justificativa de transferência pelo simples fato do paciente ser morador de Sorocaba. Para um pedido desse é necessário um motivo técnico e clínico detalhado pelo profissional que exige essa transferência. Vale ressaltar que existem pactuações de fluxos entre os municípios e é o CHS que estabelece as agendas cirúrgicas e os encaminhamentos para as demais cidades.


Mais Notícias