Quebrando protocolo, prefeita Jaqueline desprestigia Câmara Municipal e não comparece a primeira sessão do ano

Política 04 fev / 2020 às 11:28

A prefeita Jaqueline Coutinho (sem partido) não compareceu a primeira sessão ordinária do ano, realizada nesta terça-feira (04), que marcou o retorno dos trabalhos da Câmara Municipal. Para representar sua presença, a chefe do Poder Executivo enviou o Secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas Flávio Chaves.

A Banda Marcial da Polícia Militar abriu a sessão ordinária tocando o Hino Nacional, em seguida, em comemoração ao aniversário do vereador Vitão do Cachorrão (MDB), os oficiais tocaram “Parabéns pra você” acompanhados pelos aplausos dos presentes.

De acordo com a Secretária de Comunicação da Câmara, a tradição de prestigiar o início dos trabalhos legislativos era cumprida há pelo menos sete anos pelos ex-prefeitos de Sorocaba, Antônio Carlos Pannunzio (PSDB) e José Crespo (DEM).

Ao abrir os trabalhos do dia, o presidente do Poder Legislativo, o vereador Fernando Dini (MDB), também criticou a ação do executivo de vetar projetos enviados pela casa sem enviar um retorno aos vereadores. O parlamentar se referia ao veto da prefeita ao projeto do líder do governo na casa, o vereador Engenheiro Martinez (PSDB), que previa que o poder público fosse obrigado a contratar empresas prestadoras de serviço de mamografia que possuam o selo de qualidade do Colégio Brasileiro de Mamografia (CBR). “Este ano nós conversamos sobre os vetos impostos pela prefeita,” adiantou o líder.

Ainda segundo o legislativo, por conta da expectativa e da tradição, o Cerimonial da Câmara Municipal havia se preparado para receber Jaqueline Coutinho.

Sobre a liderança do governo, Martinez adiantou que segue a frente da função como agente político que deve intermediar as discussões entre legislativo e executivo ao longo de 2020. “Nós nos reunimos para discutir as pautas”.

No prédio do legislativo, o Secretário Municipal de Comunicação e Eventos, Deda Benette, explicou a ausência de Jaqueline Coutinho informando que a prefeita estava, no momento da sessão, em um evento no Ministério Público. O titular da pasta não soube esclarecer qual o tipo de compromisso no MP Jaqueline comparecia.

O presidente da Câmara também cobrou ao líder do governo a presença da prefeita. O decano da casa justificou a ausência de Jaqueline reiterando a informação do evento.


Mais Notícias