Manga suspende retransmissão da sessão desta terça-feira na TV Câmara

Política 18 set / 2018 às 17:23

A sessão de terça-feira (18) do Legislativo sorocabano não será retransmitida pela TV Câmara. A decisão foi do vereador Rodrigo Manga (Dem), presidente da Casa de Leis, em virtude da citação, por parte de dois parlamentares, aos nomes de candidatos a presidente da República e vice nas eleições de 2018, no caso Jair Bolsonaro (PSL) e general Hamilton Mourão (PRTB). As falas poderiam ser consideradas propaganda eleitoral e gerar a proibição, por parte do TRE, das transmissões legislativas ao vivo durante o período eleitoral. Em 2016, a TV Câmara não exibiu as sessões a pedido do Ministério Público.

O primeiro a citar um candidato foi Rafael Militão (MDB), que disse torcer pela rápida recuperação do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). Alguns minutos depois, a vereadora Fernanda Garcia (Psol) tomou a palavra para criticar uma entrevista do candidato a vice-presidente de Bolsonaro, general Hamilton Mourão (PRTB). Ele afirmou, em entrevista nesta segunda-feira (17), que famílias dissociadas, “sem pai e avô”, seriam responsáveis pelo aumento no número de criminosos no país. Segundo a vereadora, a fala tem cunho machista e desrespeita as mulheres. Ela deve apresentar uma moção de repúdio.

Além das duas manifestações específicas a candidatos, houve também outra, do vereador Irineu Toledo (PRB), que usou a palavra durante a discussão do projeto de lei sobre a prática de maus tratos e crueldade contra animais, para criticar políticos que utilizam a causa no período eleitoral.

Durante sua manifestação, Irineu afirmou que “não vai votar em ninguém” e citou partidos envolvidos em corrupção. A vereadora Iara Bernardi (PT) não recebeu bem a crítica e chamou o vereador de irresponsável por anular o voto. Ele rebateu e seguiu afirmando que nenhum candidato hoje o representa. O partido de Irineu é coligado estadual e nacionalmente com o PSDB. Após alguns minutos, Irineu utilizou o microfone para retificar a informação, dizendo que vai anular o voto apenas para os cargos majoritários.

As manifestações fizeram o presidente Rodrigo Manga (Dem) alertar os parlamentares sobre os problemas que podem ocorrer com essas manifestações em plenário, durante transmissões ao vivo. O vereador José Francisco Martinez (PSDB) também alertou sobre o período eleitoral. O receio do presidente do Legislativo é de que o TRE decida suspender as transmissões da TV Câmara até o fim do segundo turno das eleições, marcado para 28 de outubro.


Mais Notícias