Prefeitura, polícias e entidades fortalecem Operação Dignidade

Polícia 11 maio / 2018 às 11:25

A sede do Comando de Policiamento do Interior – Região 7 (CPI-7) recebeu um encontro importante na manhã dessa quarta-feira (9). Sob a coordenação do coronel Antônio Valdir, comandante do CPI-7 (Comando de Policiamento do Interior), e da secretária de Igualdade e Assistência Social, Cíntia de Almeida, o grupo que participa da Operação Dignidade se reuniu para avaliar sua atuação e discutir maneiras de aprimorar ainda mais as suas atividades.

O trabalho é realizado em conjunto pelas equipes da Secretaria de Igualdade e Assistência Social, Secretaria de Segurança e Defesa Civil e Secretaria da Saúde, com o apoio da Polícia Militar, da Polícia Civil, da Guarda Civil Municipal e do Serviço de Obras Sociais (SOS). O grupo ganhou também o apoio do presidente da Associação Comercial de Sorocaba, Sérgio Reze.

Nas abordagens da Operação Dignidade, as pessoas em situação de rua são identificadas, atendidas por uma equipe da Secretaria da Saúde e orientadas a voltar para suas famílias. Os interessados também são encaminhados para o Centro de Referência/dia Casa Azul, ligado ao SOS, que mantém um convênio com a Secretaria de Igualdade e Assistência Social para fornecer cursos gratuitos de plantio de semente, serigrafia, oficinas de costura e outras atividades.

Criada no início de março deste ano pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Igualdade e Assistência Social para identificar, orientar e encaminhar pessoas em situação de rua, a Operação Dignidade tem provocado mudanças importantes na cidade. Após inúmeras abordagens, os primeiros resultados são animadores: em fevereiro de 2017, um levantamento apontou a existência de 1200 pessoas vivendo nas ruas do município. Hoje, dois meses após o início da operação, esse número caiu para 760.

“A redução comprova que estamos no caminho certo. Todo o nosso empenho em oferecer dignidade às pessoas em situação de rua, tanto quanto aos comerciantes e proprietários de imóveis nas regiões com grande concentração de desabrigados têm surtido efeito”, comemora a secretária de Igualdade e Assistência Social, Cíntia de Almeida.

O secretário de Segurança e Defesa Civil, Jefferson Gonzaga, completa: “Esse trabalho tem sido muito elogiado e já faz de Sorocaba uma referência na assistência e no encaminhamento de pessoas em situação de rua”.

Para o coronel Antônio Valdir, comandante do CPI-7, as consequências positivas da operação devem aumentar cada vez mais. “O projeto é muito bem estruturado e o nosso trabalho conjunto trará resultados cada vez melhores para as pessoas em situação de rua e para a cidade”, explica o coronel.

A Secretaria de Igualdade e Assistência Social tem um telefone para receber denúncias relacionadas às pessoas em situação de rua: 15 3219-1920. Quem encontrar pessoas nessas condições também pode comunicar o SOS pelo número 15 3229-0777.

 


Mais Notícias